QUER CONVERSAR? EDITE SEU NOME NO CHAT

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

PAPAS DE MILHO (como minha avó fazia)

PAPAS DE MILHO

INGREDIENTES:
Água
Farinha de milho grossa
Sal a gosto
Toucinho frito na propria gordura
PREPARAÇÃO:
1º eu frito o toucinho cortados as bocadinhos finos na própria gordura
Numa panela meia de água levo ao fogo até a água estiver morna, aí adiciono o toucinho e a gordura que fritei.
E logo de seguida adiciono a farinha de milho,não esquecer que tem que ficar muito liquido, não pode pôr muita farinha,porque depois nos 10 minutos seguintes que vai cozer mexendo sempre, a farinha vai engrossar fazendo a papa.



Pronto a papa para comer quentinha
ROSELY È SERVIDA?
PROVE ESTA ESTÀ QUENTINHA

MAS PARA O CASO DE VC NÂO GOSTAR DEIXEI OUTRO PRTO ARREFECER PARA VC PROVAR DOS DOIS MODOS

REPARE ASSIM FICA DURINHA DEPOIS DE FRIA
QUAL PREFERE?


GOSTOU DO ASPECTO?
ESPERO QUE SIM
BOM APETITE
(Amigas portuguesas eu só fiz este post para mostrar a uma amiga como é as papas de milho, evidente que sei que qualquer portuguesda conhece esta comida super simples, que era muito usada nos campos pelas familias pobres de antugamente,minha avbó fazia muito e eu fiquei com o gosto e de vez em quando faço.)

BEIJOS DOCES

9 comentários:

ROSELY disse...

OI MINHA LINDA.
UAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
EU TINHQ MUITA CURIOSIDADE EM CONECER ESTE PROTO.
AQUI O FAZEMOS COM UMA FARINHA DE MILHO MAIS FINA, QUE LEVA O NOME DE FUBÁ.
COM ESTE FUBÁ FAZEMOS A POLENTA.
EU ADOROOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
MUITO OBRIGADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
POR ME MOSTRAR ESTE PRATO.
ADIERIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
OBRIGADAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
BJS
ROSELY

sandra santos disse...

so de olhar ja me enrrola o estomago

Mirian disse...

HUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMm
MARY!FELIZ ANIVERSARIO!
BJOS

Ruth Piancó disse...

Hummmmmmm deve ser uma delícia, fiquei com água na boca.
Mary, feliz aniversário, que Deus esteja sempre presente em sua vida.
Beinjinhos

Os Meus Sonhos disse...

Rosely
sim é parecido já vi foto que vc mostrou.

Sandra Santos
Gostos não se discutem...

Mirian
Obrigada pelo carinho.

Ruth Piancó
sim querida é uma delicia para quem gosta de papas,por aqui os mais antigos é que usavam + os mais novos já são mais finos rsrsrsrs mas eu não tenho vergonha de dizer sim adoro papas de milho.
Obrigada pelo carinho.

PARA TODAS
Obrigada por terem visitado e comentado meu blog.
Vossa openião é muito importante pra mim.

Mil bjs da mary

Ruth Piancó disse...

Amiga,
Tenha um maravilhoso
Ano Novo com alegria,
Amor, prosperidade e
Sabedoria.
Desejo a vc e seus familiares
Um
FELIZ 2009
Cheio de muita paz e amor...
Beijos no coração.

Zelia disse...

Ola!!!
Eu ja nem sei se gosto,mas vou experimentar essa versao com o toucinho frito.
Quando eu tinha pra ai 8 anos andei a chatear a minha mae para ela me fazer papas e ela fez-me,
um prato a transbordar de papas e disse-me agora tens que comer tudo,eu as 2 primeiras colheres ja estava enjoada o que me valeu foi o meu melhor amigo o meu cao"O FRANJINHAS"ser guloso e ajudou-me comeu mais de metade por baixo da mesa,ate hoje e ja tenho 43 anos nunca mais comi papas de milho.
bjs.
Zelia M.

didimar1 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diamantino disse...

Fui, enquanto criança, alimentado a papas de milho, era à época a alimentação dos pobres.
Na versão mais simples e mais pobre, as papas são feitas só com água, sal, azeite e farinha de milho. Na serra onde nasci e vivi os primeiros anos, as pessoas quando tinham posses para isso, faziam as que chamavam, papas com piques, nestas adicionavam toucinho frito e às vezes também: presunto, chouriço e carne de porco igualmente frita. Na minha família, como o meu pai era pastor de um rebanho de cabras, também comíamos as papas com leite. Todas estas papas, eram muito saborosas, mas delas o que eu mais gostava, era das raspas, a película queimada que ficava agarrada ao fundo do tacho.
No Algarve, fazem-se papas com quase tudo: hortaliças, carnes, peixes, mariscos, bivalves e até cubinhos de pão frito. Também se aproveita a água de cozedura de hortaliças, carne ou peixe para fazer as papas. Pode-se dizer que todas as versões são saborosas e nutritivas.
Quando eu ainda rapazito, fui como criado (moço de servir) para uma quinta rural na aldeia da Luz (na altura, esta pequena povoação junto da praia da Luz, era ainda uma pacata comunidade agrícola e piscatória. Actualmente é uma vila turística e até mudou de nome, agora chama-se «Praia da Luz», ficou recentemente muito conhecida por causa do desaparecimento da Maddie, a menina filha de um casal de turistas ingleses).
Logo no meu primeiro dia na quinta, a minha patroa fez para o jantar papas à maneira do litoral. O muito apreciado, «Xarém com conquilhas» (uma das receitas intemporais do Algarve, agora candidata às 7 maravilhas da nossa gastronomia). Ainda hoje lhe sinto o sabor.
Na quinta produzia-se milho para vender, mas da colheita de cada ano, uma porção ficava para consumo da casa e era moído conforme as necessidades numa mó artesanal feita de pedra. É ainda com uma pontinha de saudade que recordo aqueles momentos de contornos quase mágicos. Quando eu a minha patroa, moíamos o milho, sentados no chão de frente um para o outro de pernas abertas sobre uma esteira com a mó no quadrilátero formado pelas nossas pernas . Nesses dias era certo e sabido ser de papas o nosso jantar.

Diamantino

Related Posts with Thumbnails